Autor: Neise Galego

abuso sexual
Educação para os filhos Sexualidade

Abuso sexual e pedofilia: Precisamos falar sobre

Por ser um tabu e um assunto extremamente delicado, pouco falamos sobre no ambiente familiar e social. Entretanto, saber a diferença entre o abusador sexual e o pedófilo é fundamental. Assim, garantimos a saúde física e emocional de nossos filhos. O conhecimento atua na prevenção dessa problemática. Definições importantes: – Estupro: Conjunção carnal, masturbação, toques íntimos,…

sexo
Educação para os filhos Sexo na Adolescência Sexualidade

Os jovens estão fazendo sexo cada vez mais cedo. E agora?

Jovens começam suas experiências sexuais antes dos 18 anos. Está na hora de  abordar esse tema com os adolescentes. Na década de 50/60 as mulheres perdiam a virgindade entre 22 e 23 anos. Em alguns casos até aconteciam antes,  mas havia uma expectativa de casamento. Hoje, as meninas iniciam sua relação sexual cada vez mais cedo,…

riscos filho tecnologia
Educação Educação para os filhos Sexualidade

Você conhece os riscos que o seu filho está correndo?

O texto de hoje faz parte de uma série de artigos que abordam a questão da sexualidade de crianças e jovens. Você pode ler o texto anterior ao clicar aqui. Hoje vamos abordar esse viés sobre a ótica dos riscos dos nossos filhos em interação com a tecnologia.  A influência da mídia é um ponto de extrema…

Crianças e a Sexualidade
Adultização Educação para os filhos futuro do sexo Sexualidade

Criança e Sexualidade?

Existe certo conflito, e por isso mesmo um afastamento quando usamos as palavras criança e sexualidade em um mesmo contexto. Primeiro porque sexualidade nos remete a sexo e sexo ainda está associado a culpa, vergonha, mas também a fantasias, prazeres e consequentemente, enfrentamos esse outro conflito, muitas vezes inconsciente. Todos nós o praticamos. O sexo…

Educacao_Sexual
Educação para os filhos futuro do sexo Pornografia Sexo na Adolescência Sexualidade Sociedade

Educação sexual: qual a sua influência no futuro dos filhos?

Observa-se que ainda no século XXI existem muitas mulheres que, em algum momento da vida, tiveram ou terão disfunções sexuais causadas por fatores emocionais derivados de uma sociedade patriarcal, machista, caracterizada pela ausência de informações sobre a sexualidade, pela restrição de liberdades individuais e por preconceitos diversos que resultam em situações traumáticas. Somente com ações de educação…