Blog

conectados à internet
Educação para os filhos

Conectados à internet: impactos da tecnologia na infância

By: Luciana Fernandes

Quando falamos de tecnologia e infância é importante compreender que é impossível separar um do outro. Cabe aos adultos definirem a forma como essa tecnologia será utilizada.
Nesse artigo, vamos refletir o fato das crianças e jovens estarem tão conectados à internet e o impacto da tecnologia na infância.

Desde cedo, conectados à internet

O caminho para uma saudável decisão quanto ao uso da tecnologia na infância está na elaboração, por parte do adulto, de um julgamento livre e autônomo em relação ao tema. Cabe, ao adulto consciente, reconhecer os benefícios e os malefícios da tecnologia.

Mas, como podemos fazer isso? Sob o olhar da Antroposofia, o caminho passa por compreender que a criança precisa sentir, experimentar e vivenciar concretamente o seu próprio corpo, o espaço físico, a natureza e as relações sociais para poder se constituir enquanto ser humano.

Por isso, consideramos que até os três anos de idade a tecnologia não traz qualquer benefício para as crianças.

Impactos da tecnologia na infância

Um dos pontos principais quando falamos sobre os jovens estarem conectados à internet é a questão de que as novas tecnologias substituírem os contatos pessoais, como olhar nos olhos.

Falta de contato direto leva ao isolamento e, este, ao distanciamento, que, por sua vez, provoca desconfiança. E a confiança é essencial para a saúde familiar e social.

Quando eles podem ficar “conectados à internet”?

A Academia Americana de Pediatria recomenda que o contato com eletrônicos aconteça apenas após os 2 anos de idade.
A criança busca segurança na decisão do adulto. Decida e mantenha a decisão. Isso é importante refletir muito antes de decidir para evitar alterações que gerem insegurança.

Pense na segurança da criança e coloque a segurança como prioridade. Esse critério deve ser prioritário no entendimento de que a integridade física e emocional da criança é inegociável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *